sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Você jamais se arrependerá!!! (texto lindo, para vocês minhas amigas virtuais)

Bom dia “meninas” lindas que alegram meu coração,

Hoje eu gostaria de postar um texto pra vocês em agradecimento ao apoio e carinho que tenho recebido aqui neste meu cantinho. Talvez vocês nunca saberão a importância que cada uma tem pra mim, o significado de cada comentário que recebo, cada nova seguidora....Vocês têm alegrado minha alma!!!

O texto é maravilhoso, recebi de uma GRANDE amiga, uma pessoinha linda, um presente que Deus preparou pra mim, a Haline Arantes.

Infelizmente não temos o nome da autora do texto, se alguém souber, por favor, pode indicar aqui embaixo nos comentários... O texto é um tantinho longo, mas VALE A PENA a leitura, garanto que vocês, assim como eu, irão se emocionar do início ao fim!!!

***************************************

“Estávamos sentadas almoçando, quando minha filha casualmente menciona que ela e seu marido estão pensando em 'começar uma família'.

'Nós estamos fazendo uma pesquisa', ela diz, meio de brincadeira. 'Você acha que eu deveria ter um bebê?'

Vai mudar a sua vida eu digo, cuidadosamente mantendo meu tom neutro. 

'Eu sei' ela diz, 'nada de dormir até tarde nos finais de semana, nada de férias espontâneas.. .' 

Mas não foi nada disso que eu quis dizer. Eu olho para a minha filha, tentando decidir o que dizer a ela. Eu quero que ela saiba o que ela nunca vai aprender no curso de casais grávidos. Eu quero lhe dizer que as feridas físicas de dar à luz irão se curar, mas que tornar-se mãe deixará uma marca emocional tão exposta que ela estará para sempre vulnerável.

Penso em alertá-la que ela nunca mais vai ler um jornal sem se perguntar 'E se tivesse sido o MEU filho?' Que cada acidente de avião, cada incêndio irá lhe assombrar. Que quando ela vir fotos de crianças sofrendo, ela se perguntará se algo poderia ser pior do que ver seu filho sofrer.

Olho para suas unhas com a manicure impecável, sua roupa estilosa e penso que não importa o quão sofisticada ela seja, tornar-se mãe irá reduzi-la ao nível primitivo da ursa que protege seu filhote. Que um grito urgente de 'Mãe!' fará com que ela derrube um suflê na sua melhor louça sem hesitar nem por um instante.

Eu sinto que deveria avisá-la que não importa quantos anos ela investiu em sua carreira, ela será, de certa forma, arrancada dos trilhos profissionais pela maternidade. Ela pode conseguir uma escolinha, uma ótima babá... mas um belo dia ela entrará numa importante reunião de negócios e pensará no cheiro do seu bebê. Ela vai ter que usar cada milímetro de sua disciplina para evitar sair correndo para casa, apenas para ter certeza de que o seu bebê está bem.

Eu quero que a minha filha saiba que decisões do dia a dia não mais serão rotina. Que a decisão de um menino de 5 anos de ir ao banheiro masculino ao invés do feminino no McDonald's se tornará um enorme dilema. Que ali mesmo, em meio às bandejas barulhentas e crianças gritando, questões de independência e gênero serão pensadas com profundidade. 

Não importa o quão assertiva ela seja no escritório, ela se questionará constantemente como mãe. 

Olhando para minha atraente filha, eu quero assegurá-la de que o peso da gravidez ela perderá eventualmente, mas que ela jamais se sentirá a mesma sobre si mesma. Que a vida dela, hoje tão importante, terá um valor diferente quando ela tiver um filho. Que ela a daria num segundo para salvar sua cria, mas que ela também começará a desejar por mais anos de vida – não para realizar seus próprios sonhos, mas para ver seus filhos realizarem os deles.

O relacionamento de minha filha com seu marido irá mudar, mas não da forma como ela pensa. Eu queria que ela entendesse o quanto mais se pode amar um homem que tem cuidado ao passar pomadinhas num bebê ou que nunca hesita em brincar com seu filho. Eu acho que ela deveria saber que ela se apaixonará por ele novamente por razões que hoje ela acharia nada românticas.

Eu gostaria que minha filha pudesse perceber a conexão que ela sentirá com as mulheres que através da história tentaram acabar com as guerras, o preconceito e com os motoristas bêbados. 

Eu espero que ela possa entender porque eu posso pensar racionalmente sobre a maioria das coisas, mas que eu me torno temporariamente insana quando eu discuto ameaças para o futuro de meus filhos. 

Eu quero descrever para minha filha a enorme emoção de ver seu filho aprender a andar de bicicleta... 

Eu quero mostrar a ela a gargalhada gostosa de um bebê que está tocando o pelo macio de um cachorro ou gato pela primeira vez... 

Eu quero que ela prove a alegria que é tão real que chega a doer... O olhar de estranheza da minha filha me faz perceber que tenho lágrimas nos olhos. 

'Você jamais se arrependerá', digo finalmente. 

Então estico minha mão sobre a mesa, aperto a mão da minha filha e faço uma prece silenciosa por ela, e por mim, e por todas as mulheres meramente mortais que encontraram em seu caminho este que é o mais maravilhoso dos chamados. Este presente abençoado de Deus... que é ser "Mãe.” 

15 comentários:

  1. Amiga... que lindo! Enchi os "zóio" de lágrima agora!

    Nossa, realmente ser mãe é tudo isso...e digo mais:

    É não ter mais vontade de sair pra balada todo final de semana... é muito melhor ficar em casa "entocada" com o marido e filhote, se curtindo.

    É não ter mais aquele pique de bater perna no shopping atrás da "última moda"... e sim revirar as prateleiras da seção infantil.

    É saber de cor as marcas de fraldas, shampoos, pomadas de bebê...

    É comprar inúmeros sapatinhos... tamanho 15, 16, 17...

    Amiga... ser mãe é tudo de bom... não tem explicação esse sentimento tão lindo!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga,

      Emocionante mesmo,né?
      E tudo que vc escreveu então... Nossa totalmente isso!!! Incrível como nossas prioridades simplesmente mudam!!!

      beijão

      Excluir
  2. Ahh eu já tinha lido, achei liindo mesmo!Parabens pra nós =D

    Beeijos!

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto.. Realmente ser mãe é algo incrível, é uma coisa inexplicável, é uma dádiva de Deus.. Agradeço a Deus por estar me dando esse presente!!
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lud,

      Realmente por mais que tentemos explicar e postar sobre o assunto, não tem explicação mesmo,é DIVINO mesmo!!! Maior benção que nós mulheres podemos receber!!!

      beijão, fica com Deus.

      Excluir
  4. Mazinha querida... Já conhecia este texto, mas foi muito bom reler, pois é maravilhoso como esta mulher que escreveu conseguiu expressar tão claramente estes sentimentos todos pertinentes a uma mãe.

    Estes sentimentos que você certamente já compartilha com todas as mamães, pois nossas preocupações e zelos começam já no momento da geração. Não se surpreenda se você se questionar em algum momento sobre se será capaz de cuidar deste serzinho que Deus lhe enviou para cuidar. Mas, não tenha medo. Todas nós, mães, sentimos isso desde cedo, mas afinal, nosso instinto maternal é muito forte, e conseguimos sim. E realmente nunca mais somos as mesmas... somos melhores. Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigaaaa, que bom ler suas palavras!!!
      É exatamente nessa fase que eu me encontro, dos questionamentos... Das dúvidas... Ao mesmo tempo, uma sensação maravilhosa de que tudo vai dar certo, vou aprender, vou sentir, junto com meu Davi vai nascer uma mãe... Essa conexão entre nós (e só nossa!!!) me traz estes sentimentos... Sei que Nada mais será como antes, mas sei tb que tudo vai mudar pra melhor...

      Beijooooo de saudadeeeeee!!!!

      Excluir
  5. Oi Marcela, tudo bem? Vim retribuir a visita e adorei o blog, já estou seguindo!

    Eu já havia lido esse texto e realmente é mto emocionante.

    Bjuus

    http://agorasofalta-voce.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa, que bom que apareceu por aqui!!

      Estamos juntas agora... Vamos nos falando/lendo...rs

      bjão, fica com Deus

      Excluir
  6. Esse texto é lindo né, vi ele no face esses dias.
    Amiga, queria te convidar pra participar da Campanha Grávidas em Oração, aceita????
    Se quiser mais informações é só da uma passadinha lá no meu cantinho
    http://esperandoumbebezinho.blogspot.com.br/2013/02/gravidas-em-oracao.html

    Ficarei muito feliz se aceitar participar.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van,

      Claro que aceito, amiga. Eu tinha visto já...Até comentei no blog da Cacau que ia aderir, e inclusive no post que escrevi quarta passada eu disse que no próximo post eu iniciaria a corrente (foi o 1º dia, né?...) Infelizmente eu não consegui fazer o post, aliás, nos últimos dias não consegui postar praticamente nada... Mas fiz mha oração à noite... Amanhã vou sim publicar, não esqueci não!!! Pode deixar....

      beijão,

      Excluir

Que bom que você passou por aqui!!! Volte mais vezes, tá?
Obrigada por comentar, eu e o Davi adoramos receber seus comentários!!!

Prometo responder assim que possível!!!
Beijos e Fique com Deus!